Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Entenda os selos da Edifes

Com a intenção de atender ao maior número de publicações com distintas especificidades, a Edifes optou por oferecer a modalidade de publicação por meio de selos.

 

Selo Edifes: Este selo é voltado para os livros que passarão por todo o processo editorial. É a forma mais usual de publicação nas editorias institucionais/universitárias. Aqui, o texto submetido será avaliado pelo Conselho Editorial de acordo com sua viabilidade técnica e com sua relevância na contribuição para uma ou mais áreas da Capes. Se aprovado, o livro entrará no fluxo de produção, com um cronograma próprio, que definirá a execução das etapas de preparação de originais, revisão de texto, diagramação, revisão de provas e publicação (impressa ou digital). Em geral, trata-se de um processo mais longo se comparado aos demais selos. Cada proposta será pensada individualmente, considerando a especificidade do tema, o público-alvo, o impacto da obra na área afim, bem como a disponibilidade de recursos financeiros. Vale lembrar que livros que são resultados de monografias, trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses devem ter sua estrutura e linguagem acadêmicas devidamente adaptadas para publicação em livro, e ser apresentados com os textos já revisados.

Selo Edifes Parceria: Este selo atenderá aos proponentes que já tenham parte de sua obra editorada, por exemplo, os textos já foram revisado ou o proponente possui recursos próprios para a diagramação, mas necessita de apoio da Edifes para as outras etapas. A editora e o proponente, portanto, oferecerão uma contrapartida na produção do livro, fazendo com que o processo se torne mais ágil. Caberá à Edifes avaliar a execução da contrapartida do proponente e ao Conselho Editorial aprovar a atribuição do selo.

Selo Edifes Independente: Neste caso, a obra será produzida sem recursos da Edifes, isto é, toda a produção editorial é realizada pelo proponente. Com a atribuição do selo, a obra passará a fazer parte do catálogo da Edifes e das ações de difusão que poderão contribuir para que o conteúdo chegue ao seu público-alvo. Caberá à Edifes avaliar a execução da contrapartida do proponente e ao Conselho Editorial aprovar a atribuição do selo.

 

Vamos resumir com três situações:

 

1. O proponente concluiu a escrita do livro e deseja que a Edifes realize toda a produção editorial: Selo Edifes.

2. O livro já foi revisado por um especialista OU há recursos próprios do proponente para custear a diagramação do livro, mas é necessária uma contrapartida da Edifes: Selo Edifes Parceria.

3. O livro foi produzido com recursos próprios, mas o proponente deseja que sua obra faça parte do catálogo da Edifes e das ações de difusão, ampliando as possibilidade de atingir seu leitor: Selo Edifes Independente.

 

Ainda restam dúvidas? Entre em contato conosco: editora@ifes.edu.br

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página